Programa 5S: entenda a metodologia e como ela pode ser útil para o RH

programa 5S

Programa 5S: entenda a metodologia e como ela pode ser útil para o RH

O Programa 5S, também conhecido como os cinco sensos, é uma metodologia que visa a qualidade total de uma gestão, sendo assim muito benéfico para as empresas.

Gerir todo um departamento não é uma tarefa fácil e, no contexto atual, sabe-se que a estratégia é a melhor forma de otimizar tarefas operacionais e focar na parte criativa.

Essa visão é o que fornece às empresas modernas o diferencial competitivo de que tanto se fala. 

O Programa 5S, nesse cenário, pode ser implementado visando melhorias que têm princípios fundamentais comuns ao desenvolvimento humano e profissional. Por essa razão, ele também representa uma oportunidade para o RH das organizações.

Se você quer entender melhor esse conceito e como ele pode fazer a diferença para o seu negócio, neste artigo separamos as principais informações sobre o programa 5S de forma explicativa para ajudar você.

Confira!

O que é o Programa 5S?


O Programa 5S teve origem no Japão e se baseia em cinco princípios que buscam mudar atitudes, comportamentos e, consequentemente, toda a
cultura organizacional da empresa.

A prática contínua e insistente dessa proposta promove uma intensa mudança interna que, muito além de criar uma cultura de bons hábitos dentro da organização, também promove um aumento do fluxo de informações entre as equipes.

Em suma, essa metodologia pode tornar os processos mais funcionais e eficazes. 

Falando mais detalhadamente sobre os cinco princípios em si, eles são:

1. SEIRI (Separação)


Esse senso está relacionado com a capacidade de separar o que realmente é útil do que é desnecessário. Essa visão evita desperdícios dentro da empresa visto que ela saberá usar com mais equilíbrio os recursos que tem. 

Em outras palavras, tempo, inteligência, matéria-prima e dinheiro são utilizados corretamente.

O impacto disso na rotina são colaboradores mais conscientes de seus materiais e classificando equipamentos, ferramentas, utensílios, informações e dados por ordem de importância e necessidade.

É preciso lembrar que os seres humanos têm uma tendência natural a acumular mais coisas do que realmente precisam, e isso atrapalha muito no exercício de qualquer atividade, principalmente no trabalho.

2. SEITON (Ordenação)


Esse segundo princípio funciona como um complemento ao primeiro. Definir o lugar certo de cada item e manter o ambiente de trabalho organizado é uma maneira eficiente e simples de otimizar o trabalho.

Isso porque ninguém mais precisará perder tempo procurando uma coisa, visto que ela já tem seu lugar definido e todos sabem onde encontrá-la. 

Essa organização também evita o estresse provocado pela constante dificuldade de acesso a algo que se tem necessidade, muitas vezes com urgência.

Sendo assim, dada a seleção dos itens que são úteis para utilização do departamento, é necessário ordenar tudo segundo uma ordem de importância que deve obedecer alguns critérios específicos, como por exemplo: 

  • Frequência de utilização;
  • Tipo de material;
  • Facilidade para estocagem; 
  • Facilidade de acesso;
  • Preferência de uso de itens mais antigos, 
  • Função do material dentro do trabalho; 


3. SEISO (Limpeza)


O senso de limpeza é exatamente o que ele sugere. Como bem se sabe, as condições do local de trabalho influenciam diretamente na produtividade de quem precisa estar ali. 

Mais do que limpar os obstáculos, a proposta é de promover um aprendizado, criando uma cultura de manutenção das boas condições no local. 

Sendo assim, é muito mais do que eliminar a sujeira material do ambiente, mas atuar contra quaisquer tipo de irregularidades, sejam sons, ruídos, odores e má iluminação.

Essa etapa também é complementar à anterior, pois ela deve seguir os princípios de manter o local limpo e organizado de acordo com o que foi proposto.

4. SEIKETSU (Padronização)


Esse item é um reflexo da evolução alcançada até aqui. Após o sucesso de implementação dos três primeiros sensos, é importante fazer deles um padrão a ser seguido.

Isso significa que a organização padroniza os processos, criando rotinas internas de inspeção para a organização e limpeza, utilizando de comunicados formais se julgar necessário.

5. SHITSUKE (Disciplina)


Esse é o último estágio do Programa 5S e um dos mais importantes. Ele trata da disciplina necessária para que o processo implementado seja cumprido com sucesso.

Aqui, o que se espera é que a organização tenha sentido uma verdadeira reestruturação interna, dando espaço para uma nova cultura em que os bons hábitos já fazem parte da rotina.

Além disso, podemos dizer que essa etapa envolve, também, a autodisciplina e respeito ao próximo, pois cada indivíduo dentro de determinado local de trabalho deve estar consciente do seu papel dentro do programa.

Em outras palavras, cada colaborador deve se dedicar a observar e seguir normas, regras, procedimentos e atender especificações, sejam formais ou não.

Por fim, esse não é necessariamente o fim do Programa 5S. A execução desta metodologia depende de constante manutenção, promovendo auditorias e sugerindo melhorias de acordo com o que for sendo identificado.

Como o Programa 5S pode auxiliar o RH?


Com base na contextualização de cada uma das etapas e princípios do Programa 5S, não é difícil entender como essa estratégia pode ajudar o
RH estratégico.

O programa tem a função de otimizar o trabalho em todos os setores da empresa e isso, sem dúvidas, facilita muito o trabalho da gestão de pessoas, que visa promover uma cultura mais integrada e organizada. 

Ao apostar na metodologia 5S, o RH estará:

  • Adequando melhor a localização dos setores, melhorando a comunicação interna e o fluxo de informações entre eles;
  • Contribuindo para um ambiente de trabalho mais agradável e saudável;
  • Investindo na satisfação de funcionários;
  • Reduzindo as chances de estresse no trabalho;
  • Reduzindo as chances de acidentes no trabalho;
  • Engajando as equipes internas;
  • Otimizando as tarefas operacionais.

 

Gostou de conhecer o Programa 5S? Você também pode gostar de:

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.