O que é Job Rotation? Entenda esse novo conceito

job rotation

O que é Job Rotation? Entenda esse novo conceito

O job rotation é uma modalidade que está começando a ser implementada no Brasil e as empresas que praticaram desse método, gostaram das mudanças e do novo modelo de trabalho. Este é um sistema no qual os funcionários trabalham em rodízio de funções e atuam em diferentes departamentos.

No texto de hoje, vamos explicar a fundo como funciona essa modalidade e como você pode implementar de maneira eficaz em sua empresa. Confira.

O que é job rotation?


O job rotation (em sua tradução, rotação de emprego) é usado para formar novas lideranças em processos de estágios e trainees, a fim de identificar novos talentos. O principal motivo deste modo de aprendizado é desenvolver os profissionais para que eles estejam preparados para os desafios futuros.

Ou seja, é uma técnica de aprendizado em que o funcionário alterna as suas atividades periodicamente. Na prática, isso tem um efeito completamente satisfatório para a empresa, já que ela está preparando e formando um funcionário para lidar com qualquer problema futuro, independente do setor.

Esse treinamento pode ser definido como diário, semanal ou até mesmo mensal, dependendo da realidade e estrutura da empresa que busca implementar o job rotation. É sempre bom lembrar que os programas de job rotation devem ser adotado a fim de aprendizado, não como uma estratégia de redução de funcionários e acúmulo de tarefas a uma pessoa.

Quais os benefícios do job rotation?


O principal objetivo dessa modalidade é identificar novos talentos e alocar os funcionários certos para as funções certas.

Hoje em dia, um dos maiores problemas que as empresas enfrentam é contratar um funcionário e ele não se adaptar à função, tendo que realocar ou até mesmo contratar um novo colaborador para suprir.

Com o job rotation, você encontra o empregado certo para determinada função, já que ele passou por diversos setores e teve uma identificação maior com uns do que outros.

Além disso, o investimento com workshops, palestras e treinamentos deve ser essenciais para a formação do funcionário e tem que estar no planejamento de qualquer empresa que busca implementar essa função.

Porém, nem sempre essas iniciativas são adequadas para que o colaborador entenda um pouco de cada função, tendo uma visão mais abrangente dos processos que envolvem todo o negócio. 

Desta maneira, a implementação desta modalidade é ainda mais eficaz, tornando-se a parte prática de tudo que foi aprendido na teoria com os cursos e treinamentos. Abaixo, citamos alguns tópicos para elaborar melhor os benefícios do job rotation

Ampliar as competências e aumentar as habilidades dos profissionais


A compreensão de saber como a empresa funciona como um todo é uma das vantagens do job rotation. Esta acaba sendo a forma mais econômica de encontrar novos talentos para cargos ocupados de maneira inadequada dentro da empresa.

Inegavelmente, um cargo que é ocupado de forma imprópria por um profissional que não tem as habilidades necessárias, pode trazer enormes prejuízos para a empresa, principalmente se for em alguma função de liderança.

Além disso, os funcionários que trabalham no modo job rotation podem entregar as tarefas de maneira mais eficaz, já que eles conhecem todo o funcionamento do processo, desde o início até o fim. Isso também pode fazer com que o tempo de execução seja reduzido, já que eles entendem onde o processo pode ter um engasgo.

Reter talentos por mais tempo na empresa


Em casos de cargos não gerenciais, o job rotation pode ajudar a reter os talentos dentro da empresa e, consequentemente, a redução do turnover. Tudo isso pelo fato de o ambiente de trabalho ficar cada vez mais dinâmico, atraindo pessoas que têm perfil mais estratégico para fazer parte do quadro de funcionários.

Com o job rotation, todos saem ganhando no ambiente corporativo


Tanto os funcionários quanto a empresa podem sair ganhando com essa nova modalidade de trabalho. No caso dos colaboradores, participar de uma estratégia como essa pode desenvolver habilidades como flexibilidade, autonomia, agilidade, comprometimento e um bom relacionamento com os colegas de trabalho.

Tirar o funcionário de sua zona de conforto faz com que ele entenda mais como funciona tudo ao seu redor, se tornando um ótimo especialista e obtendo uma visão abrangente do todo. De fato, para desenvolver uma boa posição de liderança, o job rotation é essencial para esse início de carreira, já que ele passa por uma rotação de setores, conhecendo a fundo todos os pontos fortes e fracos da companhia.

Para a empresa, dar mais liberdade para o funcionário passar por diversos setores e conhecer mais a fundo o ambiente de trabalho é sempre algo bom. Isso faz com que ele fique mais tempo na empresa, estimulando o seu crescimento para cargos de liderança.

Quais os desafios na implementação desta modalidade?


Mesmo com tantos benefícios, esta modalidade também precisa de uma certa atenção na hora da implementação por conta de alguns desafios. Caso esses pontos não sejam observados com cautela, podem anular todas as vantagens do sistema. 

Não interrompa o aprendizado


Um dos maiores desafios do job rotation está em encontrar maneiras de catalogar e informar os aprendizados de uma turma anterior para uma nova turma. De fato, isso faz com que a rotatividade de aprendizado seja maior, mostrando a eficácia do job rotation.

Analisar os recursos alocados para trazer mais valor


Essa parte também é importante na hora da implementação do sistema. A análise deve ser minuciosa para que seja possível mensurar os resultados com mais facilidade no futuro.

Portanto, é importante ressaltar que se o job rotation não trouxer resultados para a sua empresa, é melhor cancelar o programa para evitar custos desnecessários.

Cuidado na adaptação por parte da empresa


Essa modalidade não pode ser aplicada em qualquer setor nem em qualquer momento da empresa. Para que o job rotation seja eficaz, é preciso ter dedicação, planejamento e esforço de todos da equipe, assim os resultados virão.

Não se trata apenas de uma implementação simples, é preciso avaliar quais os setores que podem obter essa prática e os benefícios que a modalidade vai trazer a eles. Por isso ela precisa fazer parte da cultura organizacional da empresa.

 

O job rotation pode ser de grande ajuda para a empresa quando aplicado de forma correta e sem pressa. A médio-longo prazo, dependendo do setor que é implementado, pode trazer ótimos benefícios, tanto para o funcionário quanto para a empresa. 

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.