O que é Rede Social Corporativa? Importância e características do modelo

o que é rede social corporativa

O que é Rede Social Corporativa? Importância e características do modelo

Você certamente já deve ter ouvido falar sobre esse canal de comunicação, mas talvez não entenda realmente o que é Rede Social Corporativa e qual de fato é a usabilidade dessa ferramenta.

Sem a compreensão dos motivos que levam as empresas a adotarem essa estratégia, pode parecer que ela não faz nenhum sentido, é ineficiente ou que pode ser prejudicial para o relacionamento interno.

Mas a verdade é que esse modelo tem se mostrado uma ótima opção para engajar colaboradores de uma forma nunca antes vista.

Se você quer entender melhor como isso é possível, ao longo deste texto vamos explicar como as redes sociais corporativas estão mudando a comunicação interna na prática, assim como a importância de considerar essa ferramenta e as vantagens que ela pode oferecer.

O que é Rede Social Corporativa?


Se você pensa que a Rede Social Corporativa (RSC) é um grupo da empresa no
Facebook por exemplo, está longe de entender o conceito. Também está longe de ser uma intranet evoluída.

A rede social voltada para empresas nada mais é do que uma plataforma versátil, que busca oferecer aos colaboradores uma experiência semelhante ao que se encontra nas redes convencionais, porém em vista de um posicionamento estratégico da empresa.

Ou seja, estamos falando que essa plataforma empresarial quer gerar engajamento para os assuntos de interesse da organização, incentivando a integração entre equipes e a celebração de conquistas de maneira conjunta.

Sendo assim, cada profissional terá seu perfil e sua timeline, podendo publicar informações, vídeos, fotos, criar tópicos de debate, compartilhar ideias e, acima de tudo, criar um vínculo mais real com seus colegas de trabalho.

Se isso é possível nas redes tradicionais, como o Twitter, por exemplo, por que não pode acontecer o mesmo dentro do local de trabalho?

As redes sociais têm um potencial muito forte em unir pessoas que compartilham das mesmas opiniões e provocar discussões construtivas sobre temas para os quais há diversas perspectivas.

Em outras palavras, há uma liberdade maior para expor opiniões mesmo sem ter um relacionamento direto com a outra pessoa.

Essa é uma ótima estratégia que empresas podem aproveitar para manter o ambiente interno constantemente aquecido de novas ideias e trocas entre membros das equipes.

Importância da Rede Social Corporativa


A humanidade hoje está naturalmente dependente da interação social. É claro que isso não é um fenômeno exclusivo da
transformação digital.

Mesmo nos primórdios da raça humana, a necessidade de se comunicar com outros indivíduos foi clara, tanto que por conta disso desenvolvemos algo que outros animais não conseguiram: a capacidade de falar.

Porém, nos dias atuais, essa conexão é constante. Uma pesquisa realizada em 2019 constatou que o uso das redes sociais no mundo aumentou em 60% nos últimos 7 anos. 

O Brasil, por sua vez, está em segundo no ranking de países com a população que mais passa tempo nesses aplicativos.

A interação social por meio das ferramentas digitais já se firmou com tanta intensidade que mesmo quando estamos fisicamente cercados por nossos grupos de amigos, nos mantemos conectados às comunidades online.

O ambiente corporativo inevitavelmente precisa estar atento a tudo isso, pois são detalhes como esse que impactam no futuro do trabalho e em como a cultura organizacional poderá se manter forte diante dessas mudanças. 

O colaborador moderno tende a se manter ligado às suas redes sociais mesmo durante o horário de trabalho, o que não é nada vantajoso para a produtividade.

Então, por que não utilizar essa habilidade de ser amplamente conectado para o sucesso do negócio?

A premissa é de que ao invés de restringir o uso às redes sociais, a empresa incorpore essa dinâmica, voltando-a para o contexto interno e alimentando o engajamento de forma mais natural e amigável.

Assim, é possível manter as equipes mais unidas, alinhando a gestão e reunindo insights sobre o capital humano da organização.

Características da Rede Social Corporativa


Você já sabe agora o que é Rede Social Corporativa e qual sua importância. 

Mas para que você entenda melhor como esse modelo se diferencia de ferramentas de comunicação mais tradicionais, separamos a seguir uma lista com as características mais marcantes do uso desse tipo de plataforma.

Comunicação centralizada


A comunicação da sua empresa é uma bagunça? Pode ser porque você está exagerando na quantidade de canais, ou não está seguindo uma estratégia.

De qualquer forma, uma Rede Social Corporativa é capaz de centralizar a comunicação, diminuindo a necessidade de manter diversos canais ao mesmo tempo.

Assim fica mais simples gerir a estratégia de acordo com a necessidade do negócio, seja aumentar o engajamento, fortalecer a cultura organizacional, investir em Employer Branding, entre outros casos.

Mensuração de desempenho


Uma plataforma colaborativa de RSC também fornece
métricas importantes para que a empresa possa acompanhar o desempenho, fazendo um levantamento de resultados reais.

Através dos dados obtidos, é possível mensurar o desempenho da comunicação interna, definindo os próximos passos da estratégia e corrigindo possíveis lacunas.

Ela também possibilita avaliar o nível de engajamento entre colaboradores e auxiliar na tomada de decisão de quais são as melhores práticas de endomarketing para seu público interno, por exemplo.

Em resumo, uma Rede Social Corporativa permite a evolução constante de uma estratégia de comunicação.

Alinhamento interno


Uma comunicação centralizada é o caminho para atingir o alinhamento da equipe interna. Colaboradores, setores, lideranças, todos estarão mais unidos. 

Como sugerido ao longo deste artigo, o espaço das redes sociais corporativas também é pensado para se compartilhar, sejam dúvidas, ideias ou notícias sobre a empresa ou assuntos de interesse dela.

Divulgar conquistas e novidades da empresa, por exemplo, é uma ótima forma de manter todos os membros da organização satisfeitos e em busca dos mesmos resultados. 

Assim, ninguém se sente “por fora”, fortalecendo o sentimento de pertencimento a um grupo e, por conseguinte, do espírito colaborativo.

Tom mais humanizado


Nos modelos de intranet é comum que os usuários não se sintam tão confortáveis, já que o tom de formalidade permanece e inibe o diálogo.

As redes sociais corporativas, por sua vez, deixam um pouco de lado a ideia de uma instituição e adotam um tom comunicacional mais leve, como um espaço para compartilhar e interagir.

 

Se você chegou até aqui, então já sabe o que é Rede Social Corporativa e porque considerar essa ferramenta é importante para as empresas modernas. Quer continuar lendo sobre esse assunto? Confira os desafios de implantar essa ferramenta de comunicação na sua empresa!

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.