Conheça 8 tipos de perfil profissional que o RH deve analisar

tipos de perfil profissional

Conheça 8 tipos de perfil profissional que o RH deve analisar

Você sabia que é muito importante para o RH definir e diferenciar os tipos de perfil profissional? Essa categorização está diretamente ligada ao perfil comportamental dos candidatos e é muito importante para a estratégia da empresa.

Em outras palavras, para contratar o colaborador certo, é preciso avaliar muito mais do que as competências técnicas. As soft skills também são importantes e contribuem diretamente para a formação do perfil profissional.

Cada colaborador é composto por um conjunto de características, habilidades, pontos que precisam ser melhorados, talentos e traços de personalidade.

Neste artigo vamos te mostrar 8 tipos de perfil profissional para que você possa entender a diferença entre eles e começar a investir em um processo de recrutamento e seleção mais estratégico.

Importância de avaliar os tipos de perfil profissional


Todo processo de recrutamento e seleção de novos candidatos se dedica, ainda que minimamente, a conhecer melhor os profissionais que se interessam pela empresa.

Isso faz parte de todo o ritual de contratar um novo colaborador, certo?

Mas essa escolha se torna muito mais eficaz quando, antes mesmo da abertura da vaga ser divulgada, a gestão já sabe o tipo de profissional que ela procura.

E, novamente, não estamos falando apenas de qualificações no currículo. Estamos falando de habilidades comportamentais que as empresas valorizam, da personalidade ideal daquele novo membro do time.

Por exemplo, a empresa precisa de um novo gerente de contas. 

O ideal é que seja alguém com boas habilidades de comunicação e bem carismático, afinal, ele será responsável por negociar contratos, resolver problemas e apresentar propostas para os clientes.

Ter esse tipo de definição ajuda a não errar na contratação de um profissional até muito qualificado tecnicamente, mas que não tem a desenvoltura necessária para o cargo.

Em suma, definir e analisar os tipos de perfil profissional é uma forma de investir no fit cultural da vaga, garantindo que todos os colaboradores se completam e têm algo a acrescentar ao time.

8 tipos de perfil profissional


Existem diversos tipos de perfil profissional e sua empresa pode considerar aqueles que mais forem
relevantes para os propósitos de contratação.

É claro que essa categorização não define nenhum profissional. 

Cada ser humano tem suas peculiaridades, sendo alguém único, mas entender qual desses perfis predomina é uma forma de ajudar esse colaborador a se desenvolver melhor dentro da empresa.

1. Comunicador


O perfil comunicador é aquele que
consegue expressar com clareza aquilo que quer dizer, que articula muito bem suas ideias. 

É um profissional naturalmente carismático e com alto poder de persuasão, tomado por uma visão entusiasmada com novos projetos e possibilidades. 

É um dos tipos de perfil profissional que as empresas mais valorizam nos dias atuais, uma vez que a comunicação interna e o engajamento são pautas tão importantes.

Esse perfil comportamental é ótimo para realizar apresentações de alto impacto e mediar relações interpessoais. Por outro lado, sua visão analítica e de planejamento não é tão forte, visto que costuma ser alguém otimista demais.

2. Planejador


O planejador é outro perfil profissional
essencial dentro de uma empresa

Ele é aquele que sabe o que quer e tudo que precisa fazer para chegar até lá. Sabe ainda mensurar qual o prazo necessário para concretizar seus planos, sempre avaliando os recursos disponíveis.

É um colaborador paciente, que sabe esperar o momento certo e que trabalha em um ritmo constante, sem se deixar levar pelos altos e baixos emocionais.

É alguém que valoriza muito o lado profissional e conservador, assumindo uma postura mais rígida no ambiente de trabalho.

Por outro lado, é um perfil mais voltado para o trabalho a longo prazo. 

Ele lida bem com padrões e prazos, mas não tem a flexibilidade necessária a quem precisa lidar com improvisos ou providências inovadoras de última hora.

3. Executor


O executor é o profissional que coloca a mão na massa,
que encara os desafios com motivação e tira os planos do papel.

Persistente e cheio de autoconfiança, esse é o colaborador que faz de tudo para que o plano colocado em suas mãos dê certo, driblando todos os obstáculos que surgem pelo caminho.

Seus pontos fracos, porém, são a competitividade e autoritarismo, que podem ser excessivos e bastante negativos.

4. Analista


O analista é o profissional de
perfil mais minucioso. Isso faz dele o colaborador ideal para acompanhar processos e promover melhorias constantes.

Bem detalhistas, eles prezam pela organização, geralmente controlando as tarefas mais rotineiras e repetitivas de uma empresa, alimentados por uma visão estratégica forte.

Apesar de ser um profissional dedicado e estável na organização, pode ser muito difícil para ele lidar com a pressão no ambiente de trabalho, assim como a falta de responsabilidade de colegas.

5. Competitivo


Esse perfil comportamental é mais agressivo e busca a todo momento ser o melhor no que faz. Isso faz dele um colaborador que
aceita assumir riscos se a promessa de ganhos for alta.

Por outro lado, ele pode não desenvolver uma relação muito amigável com os colegas de equipe, não dando espaço para o trabalho colaborativo. 

E tende a ser mais ansioso e obcecado por cumprir metas e prazos, muitas vezes trabalhando além de seu horário sem necessidade.

6. Idealista/Empreendedor


O profissional idealista ou empreendedor é aquele que vive tendo ideias atrás de ideias e quer sempre colocá-las em prática de forma livre.

Não mede esforços para concretizar seus planos e não gosta muito quando eles não são aceitos. 

Por essa razão, é um profissional que valoriza sua autonomia, pois não lida bem com ordens o tempo todo e gosta de poder fazer as coisas do seu jeito.

7. Colaborador


Esse é outros dos tipos de perfil profissional que toda empresa precisa. É aquele indivíduo com um talento nato a
somar em qualquer situação.

Ele está sempre disposto a ajudar de alguma forma, mesmo quando ninguém pede que ele faça isso. Seja dando atenção, sugerindo ideias ou até colocando em prática algum planejamento, se estiver com tempo, ele ajuda.

É um tipo de profissional proativo e muito promissor dentro de uma empresa. 

Só é preciso ter cuidado para não se deixar sobrecarregar pelo excesso de trabalho e favores, desviando sua atenção de suas próprias responsabilidades.

8. Procrastinador


O procrastinador é um dos piores tipos de perfil profissional. 

De fato, todos temos momentos de procrastinação, mas quando isso se torna uma característica dominante, podem surgir problemas muito sérios no trabalho.

Isso porque esse colaborador deixa tudo para a última hora e vive esquecendo de suas responsabilidades. 

É alguém que até entrega resultado, mas precisa de supervisão constante, não podendo ter uma autonomia mais relevante.

Não é, por exemplo, o profissional ideal para atuar em home office.

 

Esses foram os 8 tipos de perfil profissional que separamos para te mostrar a importância de considerar essa categorização ao contratar novos colaboradores. Confira também como melhorar a gestão de capital humano da sua empresa.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.