9 características de uma equipe de alta performance

equipe de alta performance

9 características de uma equipe de alta performance

Ao montar o seu time, o gestor espera que, além dos melhores talentos, a seleção traga à empresa indivíduos que se completam. Uma vez que a junção de profissionais habilitados configura uma fórmula para o sucesso. É a chamada equipe de alta performance.

 O ideal, na verdade, é que haja total cumplicidade nas ações, de forma que seja possível atuar estrategicamente e, em conjunto, atingir metas e objetivos audaciosos.

Mas não é simples formar uma equipe promissora – e isso não ocorre da noite para o dia. O gestor deve, acima de tudo, avaliar os talentos de maneira individualizada, não deixando de considerar os possíveis resultados das ações em conjunto.

No conteúdo a seguir você conhecerá as principais características de uma equipe de alta performance. Saiba o que é necessário avaliar em cada colaborador para formar a equipe dos sonhos. Boa leitura!

1. Qualidades individuais


Uma boa equipe é formada por vários talentos. E é impossível encontrar um colaborador que atenda todas as necessidades do negócio. Afinal, cada ser humano é único.

Avaliar as qualidades individuais e considerar a diversidade é uma decisão acertada.

Toda equipe necessita de uma mente criativa, de um perfil analítico, de um colaborador que se destaca nos relacionamentos interpessoais. E, convenhamos, é quase impossível encontrar todas as habilidades em uma única pessoa.

Sendo assim, é interessante valorizar as qualidades individuais e promover tal valorização entre os colaboradores.

2. Liderança


O modelo de liderança focada na chefia e considerando apenas o nível hierárquico como forma de respeito já não cabe nos dias de hoje.

Uma liderança saudável é aquela cujos profissionais sentem-se representados, bem como a que serve de reflexo para as ações diárias dos funcionários.

O fato é que não dá para falar em alta performance sem falar em líderes inspiradores e motivadores.

3. Política de feedbacks


Manter uma política aberta de feedbacks aproxima os membros da equipe, estreitando suas relações interpessoais. O ideal é que todos os integrantes do time sintam-se confortáveis para receber e dar feedbacks, independente do nível hierárquico.

Uma política de feedbacks inserida de forma natural na cultura da empresa garante processos mais transparentes, além da ajuda mútua. Nas equipes de alta performance, há um destaque ainda maior para líderes capazes de realizar feedbacks próprios, principalmente no que se refere às críticas pessoais.

4. Comprometimento


O sucesso de uma equipe de alta performance está atrelado ao comprometimento individual de cada colaborador. Por isso cabe ao líder demonstrar a importância de cada peça para o bom funcionamento da engrenagem como um todo.

É interessante que cada funcionário tenha entendimento sobre suas qualidades e habilidades, e como elas são importantes para o sucesso das ações. É muito mais do que comprometimento em prol do coletivo: trata-se de conhecimento pessoal e desenvolvimento individual, porém, com impacto no resultado geral.

5.  Desenvolvimento e aprendizado


É curioso perceber como a política da troca e do compartilhamento de ideias e tarefas estão presentes nas equipes de alta performance. Ao contrário do que pode parecer – que a busca por conhecimento é individual -, equipes bem engajadas costumam desenvolver-se melhor coletivamente.

É papel da gestão motivar o time para que a busca por desenvolvimento seja constante, bem como a troca de experiências e vivências.

6. Integridade


Honestidade e integridade são duas características que devem superar as demais habilidades. Ser íntegro é optar sempre pelo caminho certo e mais honesto, seja na frente ou por trás das câmeras. Em uma equipe promissora, o líder deve ser íntegro e confiar, igualmente, na integridade do seu time. A partir disso, os membros da equipe podem se espelhar na gestão e, então, cultivar os mesmos valores.

7. Empatia


Valorizar o sentimento e as necessidades do outro é uma qualidade louvável. No mundo corporativo, a empatia possibilita que o colaborador se coloque na posição do seu colega de equipe e, assim, compreenda melhor suas frustrações, motivações e desejos. Desta forma, há uma aproximação natural, resultando em relações mais unidas e construtivas.

8. Autogerenciamento


Mesmo com a necessidade de um líder alinhado às expectativas do time, uma equipe de alta performance deve ter o poder do autogerenciamento. Para tanto, é necessário que cada colaborador tenha suas funções muito claras, bem como responsabilidade sobre seus atos.

Cada integrante deve ser responsável por suas escolhas. Estas, no final, irão interferir diretamente nos resultados obtidos em conjunto.

9. Assertividade na comunicação


Gargalos na comunicação são estritamente prejudiciais para o sucesso do time. Nas equipes de alta performance, a assertividade na comunicação é constante.

Mas como é possível esclarecer todas as informações sem mal entendidos? Implementar políticas de feedback, realizar reuniões periódicas – seja mensais, quinzenais ou semanais -, elaborar memorandos e circulares são algumas opções viáveis.

Analisando as características de uma equipe de alta performance, você acha que a sua equipe já atingiu o seu nível de excelência? Uma boa saída é rever alguns propósitos, checar a comunicação e procurar compreender as dificuldades de cada colaborador.

 

Que tal conhecer as principais ferramentas de comunicação interna? Leia nosso conteúdo sobre o tema e aprofunde seus conhecimentos!

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.