O que é gestão de saúde e qual sua importância?

gestão de saúde

O que é gestão de saúde e qual sua importância?

Características relacionadas ao desenvolvimento das empresas, como aumento da produtividade, aumento de receita e redução de custos, por exemplo, estão também atrelados à uma boa gestão de saúde.

Mas afinal, você sabe o que significa uma boa gestão de saúde?

De fato, sabe-se a importância da saúde de forma geral, ou seja, para que possamos exercer atividades rotineiras, sejam mais simples ou mais complexas. Dentro do ambiente de trabalho não é diferente.

Estabelecer um clima de convívio onde o profissional possa desempenhar suas funções de forma saudável é fundamental para que a empresa seja capaz de gerar bons resultados.

Entretanto, essa não é uma tarefa tão simples. Quando se está em um papel de gestor, precisando cuidar de muitos assuntos, é impossível acompanhar cada colaborador para saber o quão eficaz sua saúde se encontra.

Por esse motivo, o método de gestão de saúde é uma estratégia tão importante, não apenas para garantir a produtividade da empresa, mas para proporcionar o cuidado que os colaboradores precisam.

Neste artigo, você vai saber um pouco mais sobre o que é gestão de saúde e qual sua importância dentro das organizações, além de boas práticas que a tornarão ainda mais satisfatória.

Ficou curioso? Então continue lendo!

O que é gestão de saúde?


A gestão de saúde nas empresas é uma estratégia que adota uma política de prevenção para colaboradores, buscando manter sua saúde física e psicológica através de programas de bem-estar. 

Ao adotar essa estratégia, o negócio também estará apoiando o desenvolvimento do colaborador.

Os programas de gestão, que são personalizados de acordo com o perfil de cada time, suas necessidades e desejos, podem oferecer os mais diversos tipos de atividades, como por exemplo ginástica laboral, acompanhamento nutricional e análises, além do convencional plano de saúde.

O setor de recursos humanos e gestores devem ter essa estratégia como uma das prioridades, pois um acompanhamento devidamente responsável pode evitar situações problemáticas no futuro.

Doenças que possam surgir no ambiente de trabalho criam um esgotamento tanto para o alvo da enfermidade, quanto para a empresa. 

A gestão de saúde preza que o cuidado preventivo com a qualidade de vida de cada funcionário estabelece um ambiente mais seguro e suscetível a pessoas dispostas e felizes com seu trabalho.

O ideal é adotar uma gestão de saúde o quanto antes, pois as doenças não avisam com antecedência quando vão se manifestar. Portanto, é importante detectar um problema logo em seus primeiros sinais

Da mesma forma, promover um local confortável para trabalho, que não seja propenso a acidentes ou cansaço físico e hábitos ruins, também é uma grande responsabilidade da empresa.

Cultivar um relacionamento saudável, em que os colaboradores possam se manifestar em caso de se sentirem pressionados ou oprimidos também são itens que, conjuntamente, geram uma rotina baseada em transparência, empenho e motivação.

Benefícios da gestão de saúde


Ao longo do texto, você já deve ter percebido a importância de planejar uma gestão de saúde, certo? Além de ser uma responsabilidade para a empresa, essa estratégia também é uma forma de trazer benefícios para o negócio, tais quais:

Aumento da produtividade


Como os profissionais passam a desempenhar suas atividades de forma mais satisfatória, a empresa acaba sendo beneficiada com o crescimento da qualidade de produtos e serviços que oferecem ao cliente final.

É uma medida que interfere em todo o processo produtivo e é capaz de auxiliar na elevação dos lucros.

Melhor direcionamento de recursos


Um sistema de gestão de saúde permite conhecer os profissionais mais a fundo, em um nível até mesmo individual, onde as particularidades de cada caso são entendidas e tratadas com
exclusividade.

Assim é possível alocar recursos certos para as pessoas certas, além de identificar com mais precisão situações do ambiente que possam também prejudicar outros colaboradores, tomando assim as medidas preventivas corretas.

Diminuição de afastamentos


Uma empresa que constantemente vê seus profissionais pedindo afastamento deve ficar muito atenta, pois a razão pode estar ligada ao ambiente de trabalho. 

O estresse diário, ansiedade, pressão para bater metas, competição entre equipes, local de trabalho desconfortável… Todos esses fatores, a um longo prazo, podem ser muito prejudiciais para a saúde do profissional.

Com uma gestão de saúde eficiente, a melhoria do ambiente de trabalho como um todo é alcançada e estes índices acabam diminuindo consideravelmente.

Boas práticas para uma gestão eficaz


Todo o processo estratégico de gestão de saúde, como vimos, traz benefícios importantes para a empresa e para quem nela trabalha.

Valorizando o ser humano como peça-chave dentro da organização o trabalho tende a ser muito mais produtivo e focado, ainda que em clima leve e motivado.

A estratégia, para ser eficaz, deve trabalhar com diversas vertentes e estar em constante monitoramento, promovendo ações que que atendam às necessidades de cada momento do negócio.

Vejamos boas práticas que ajudam esse processo a ser mais eficaz:

Atenção ao local de trabalho


Uma medida simples, mas que sem dúvidas é importante, é o investimento em um
ambiente físico confortável para o trabalho.

Isso quer dizer que até mesmo os móveis utilizados devem ser escolhidos com cuidado, pensando em sua adequação para a função que será exercida no local em que ele estará. 

Um planejamento sonoro e de iluminação é igualmente importante, não apenas para um ambiente visualmente bonito, mas que atenda ao conforto da audição e visão de quem ali irá trabalhar. 

Afinal, ninguém consegue ser produtivo em um local com muito ruído ou que canse os olhos.

Realize ações de incentivo ao bem-estar


Como citamos anteriormente, a gestão de saúde se baseia principalmente na
prevenção. Ou seja, não é porque seus colaboradores estão bem de saúde que você deve se acomodar.

O ideal é frequentemente promover ações de incentivo à qualidade de vida e também à harmonia entre profissionais. 

Campanhas de vacinação, check-ups periódicos e adesão à campanhas sazonais como setembro amarelo, novembro azul e outubro rosa, por exemplo, são maneiras de manter os profissionais engajados com a saúde.

Momentos confraternização e de atividades físicas em conjunto também é uma ótima maneira de estimular o bem-estar. Incentive as caminhadas em grupo ou passeios de bicicleta, por exemplo.

Treinamentos e palestras periódicos também são uma ótima medida a ser adotada. Muitas vezes, com a correria entre trabalho e vida pessoal, os colaboradores se esquecem de se informar sobre cuidados simples que podem fazer a diferença. 

Compartilhe