Colaboradores felizes: 5 fatores que você deve considerar

colaboradores felizes

Colaboradores felizes: 5 fatores que você deve considerar

Você sabia que colaboradores felizes produzem muito mais? Segundo um estudo realizado pela Robert Half, empresa referência na área de recrutamento especializado, o setor de Marketing e de Criação são as áreas de atuação que mais concentram profissionais realizados e satisfeitos com suas condições de trabalho.

O estudo traça, ainda, um perfil da felicidade no ambiente corporativo, identificando as principais características dos colaboradores felizes da seguinte forma:

  • possuem entre 18 e 24 anos;
  • possuem cargos como executivos-sênior;
  • sentem orgulho da organização a qual pertencem;
  • a igualdade e o respeito sãos os principais fatores geradores de felicidade;
  • usualmente, são admirados por outros profissionais acima de 55 anos.


Mas quais serão os demais fatores que proporcionam felicidade ao colaborador, a ponto de estimular a sua produtividade e, consequentemente, torná-lo ainda mais valioso para a empresa?

No conteúdo a seguir você conhecerá 5 motivos de felicidade que devem ser avaliados pela equipe de Gestão e Recursos Humanos no ambiente de trabalho. Vale destacar que os insights não se resumem a um segmento específico mas, sim, a qualquer tipo de empresa.

Acompanhe e saiba mais!

Colaboradores felizes: por que proporcionar felicidade no ambiente de trabalho?


Enquanto nos velhos processos de gestão os colaboradores eram vistos apenas como peça produtiva, a tendência atual é manter um funcionário focado na produção, mas considerando também suas fraquezas, dificuldades, habilidades e sentimentos.

Sendo assim, para que um colaborador atinja seus melhores índices de produção, suas vivências, emoções e necessidades pessoais devem fazer parte do processo de gestão e desenvolvimento da empresa.

Um profissional feliz é aquele que mantém sua vida profissional e pessoal em constante equilíbrio, bem como sua saúde e bem-estar. Ainda, é aquele que realiza suas tarefas com assertividade, uma vez que já dialoga e oferece/recebe feedbacks saudáveis de seus gestores.

Manter um time feliz e motivado é uma das peças-chave no controle dos níveis de absenteísmo e turnover, bem como aumento da produtividade e satisfação pessoal

Mas você sabe como manter seus colabores felizes? Algumas práticas atuam diretamente na motivação e aumento do bem-estar no ambiente corporativo. Conheça algumas delas.

1. Qualidade do clima organizacional


Trabalhar em um ambiente acolhedor, tranquilo e que favoreça a construção de relações saudáveis crucial para manter os colaboradores felizes. Um
clima organizacional permite um diálogo mais aberto e sincero, o que é fundamental para a troca de experiências, ajuda e tomada de decisões em conjunto.

A fim de estreitar o relacionamento entre os membros do time, a realização de eventos informais, como happy-hours, ações comemorativas, almoços e jantares com a equipe tendem a fazer sucesso. Não basta pensar somente na atuação profissional dentro da empresa. Para que haja uma satisfação completa, os gestores devem oferecer experiências adicionais que gerem conforto, proximidade e envolvimento.

2. Oferta de um bom plano de carreira


Ao ser admitido em uma empresa, todo colaborador considera o crescimento profissional como meta principal. E o caminho que o levará rumo a esta conquista precisa estar muito claro.

Sendo assim, o gestor deve oferecer um plano de carreira transparente e preciso, constituído de fases e metas que deverão ser cumpridas para que a carreira decole. O ideal é que o plano de carreira seja personalizado individualmente, considerando as habilidades, aptidões e dificuldades de cada colaborador.

A possibilidade de ser realocado de setor, cargo e, consequentemente, receber um plus no salário, são alguns aspectos que proporcionam a satisfação pessoal do colaborador, deixando-o feliz e motivado.

3. Disponibilização de um clube de benefícios completo


Além dos benefícios trabalhistas previstos em lei, como
vale-transporte e vale-alimentação, existem alguns benefícios extras que tornam a oportunidade profissional muito mais atrativa. Consequentemente, os profissionais sentem-se ainda mais interessados, felizes e motivados em pertencer ao time.

Você já pensou em oferecer um bom seguro-saúde para seus colaboradores? Ao contar com uma segurança médica de qualidade para sua família, questões pessoais relacionadas a saúde tendem a ser melhores gerenciadas no núcleo familiar. Assim, o colaborador reduz os níveis de estresse no ambiente externo, refletindo positivamente em suas ações na rotina da empresa.

Além do seguro-saúde, há alguns benefícios que cativam os colaboradores e os motivam. Quer exemplos? Convênio com faculdades, farmácia e academias, descontos em cursos de idiomas e day-off no dia do aniversário são algumas opções interessantes.

4. Valorização das conquistas


O reconhecimento profissional é uma das palavras-chave no mundo corporativo. Afinal, um funcionário feliz e motivado produz mais e, principalmente, melhor. Se a cada nova conquista seu trabalho for reconhecido, o próximo resultado positivo estará ainda mais próximo, já que haverá ainda mais esforço por entregas de qualidade.

Há quem pense que apenas menções honrosas são o suficiente. Não há como negar que homenagens públicas são bem-vindas, no entanto, o reconhecimento deve vir, também, em forma de benefícios.

Oferecer um bônus financeiro atrelado ao salário mensal é uma opção que agrada qualquer colaborador. Quando pertinente, uma promoção de cargo também é interessante. O importante, na verdade, é que o profissional sinta que seu esforço e dedicação estão sendo observados pelos gestores.

Uma outra vantagem de valorizar as conquistas dos funcionários é o exemplo para os demais colaboradores. Quando um colega de profissão é reconhecido, há um estímulo natural aos demais, para que se esforcem e conquistem o mesmo resultado.

5. Engajamento x Felicidade


É muito comum que alguns profissionais confundam engajamento com felicidade. Mas são conceitos diferentes. Dizer que uma equipe profissional é engajada significa que ela é participativa. No entanto, nem sempre um time engajado é um time feliz. É preciso trabalhar os dois conceitos.

Para manter uma equipe feliz e engajada, é necessário:

  • conhecer, coletiva e individualmente, o time profissional;
  • considerar os feedbacks, sugestões e demais comentários propostos pela equipe;
  • proporcionar treinamentos e oferecer ferramentas para o desenvolvimento pessoal;
  • reconhecer as conquistas.


É válido destacar que profissionais mais engajados tendem a conquistar suas metas de maneira orgânica, uma vez que sentem-se acolhidos e, de fato, pertencentes a empresa.

 

E então, viu como manter seus colaboradores felizes pode elevar o nível de produção e sucesso da sua empresa? Aposte neste aspecto e otimize sua gestão! Para aprofundar sua reflexão, aproveite e entenda melhor o que são e como funcionam os benefícios flexíveis. Até breve!

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.