Motivação pessoal: 4 dicas para cuidar da sua

motivação pessoal

Motivação pessoal: 4 dicas para cuidar da sua

A motivação pessoal é um elemento que dá energia ao indivíduo para cumprir com suas tarefas, perseguir seus objetivos e transformar ideias em ação.

Só por essa breve descrição, podemos notar que ela é essencial, não apenas para no âmbito profissional, mas para nossas vidas de maneira geral.

A motivação é algo muito importante. Não é por acaso que ela é tão debatida por líderes, psicólogos, empreendedores e especialistas em mindset

Esse sentimento é o que nos move, prontanto entender melhor os aspectos que o compõem é uma forma de nos mantermos sempre dispostos. Essa compreensão nos torna menos propensos a desistir de nossas metas por conta de adversidades que possam surgir pelo caminho.

Ao longo desse artigo, você vai entender melhor o que é a motivação pessoal e como ela afeta sua vida, além de algumas dicas úteis de como trabalhar esse sentimento para que ele se mantenha em alta.

O que é motivação?


A motivação pode ser nosso motor ou nosso freio. Quando você se sente motivado, ou seja, com vontade de fazer algo, dificilmente você será abalado por imprevistos.

Se algo não sai como o esperado, tudo bem! Basta avaliar o que prejudicou os resultados previstos e trabalhar em cima disso para que dê certo na próxima tentativa, isso não é nada demais.

Por outro lado, o déficit motivacional torna tudo mais difícil. Um pequeno empecilho se torna um enorme obstáculo e a possibilidade de desistir começa a ser levada em conta, assim como a sensação de fracasso e desvalorização de si mesmo.

A motivação interfere diretamente na perspectiva que temos da vida em quesitos gerais. O indivíduo se sente bem consigo mesmo, encara o cotidiano de forma mais leve e prazerosa, mesmo no trabalho.

É acordar empolgado para colocar uma nova ideia ou projeto em prática. A frequência com que esse sentimento toma conta de você, diz muito sobre seus níveis de motivação.

Qual a importância da motivação?


Como vimos, a motivação é o estímulo que precisamos para agir e fazer com que as coisas aconteçam em nossas vidas.

Isso por si só já é muito importante, já que ao longo de nossas vidas precisamos cumprir com uma série de desafios, como estudar, trabalhar, se manter em desenvolvimento e sustentar nossas próprias necessidades e buscar a realização de nossos sonhos.

Porém, a falta de motivação pode interferir muito negativamente em nossa saúde. 

Quando esse quadro se torna muito frequente e profundo, ele pode evoluir para distúrbios alimentares, ansiedade e depressão.

Portanto, se manter motivado é primordial para a manutenção da saúde física e mental.

Motivação pessoal e profissional


A motivação pessoal e profissional são aspectos diferentes de nossas vidas. Sem dúvidas elas andam juntas, mas encontrar um equilíbrio entre ambas é essencial para que um indivíduo possa estar plenamente motivado.

Enquanto a motivação profissional está relacionada com a satisfação no ambiente de trabalho, ou seja, o quanto você trabalha porque gosta e não porque precisa, a motivação pessoal é um pouco mais complexa.

Ela também influencia diretamente no exercício das funções profissionais, pois vem de dentro de cada um, os valores e as metas que se pretende alcançar durante a jornada da vida.

Justamente por essa linha divisória ser tão tênue, é que todos os âmbitos motivacionais devem estar alinhados e saudáveis, para que não se sabotem.

Não é atoa que as empresas modernas investem cada vez mais tempo e recursos na motivação pessoal de seus colaboradores, prezando por uma cultura organizacional mais propícia à felicidade no trabalho.

Tipos de motivação pessoal


A motivação é tão importante para nossas vidas que, ao longo do tempo, surgem mais e mais pesquisadores interessados em decifrar esse conceito e encontrar formas de torná-lo mais compreensível.

O psicólogo americano Abraham Maslow, por exemplo, criou uma pirâmide para hierarquizar as necessidades humanas para visualizar melhor quais os fatores que interferem na motivação humana. Ela é conhecida como Pirâmide de Maslow.

Dentre todos esses fatores, podemos identificar que existem duas categorias de motivações: externas e internas.

Motivação externa


A motivação externa é aquela que subitamente nos deixa mais animados para fazer algo, mas assim como ela surge rapidamente, ela pode não durar por muito tempo. Seu efeito é mais temporário e raso.

Isso acontece quando, por exemplo, escutamos nossa música favorita ou marcamos com um amigo de sair para fazer algo interessante após o horário de trabalho.

Por essa razão, esse tipo de motivação ligada à fatores externos é eficaz para reverter momentos de apatia ou tristeza, proporcionando uma nova carga de vontade de agir.

Motivação interna


A motivação interna está ligada à uma camada mais profunda do nosso próprio eu. Ela remete ao autoconhecimento, os valores e propósitos de nossas vidas.

São aspectos que não são levantados de uma hora para outra ou quando bem entendemos, mas sim fruto de um processo de amadurecimento e constante aperfeiçoamento.

Por essa razão, a nossa motivação interna naturalmente muda ao longo do tempo e de acordo com as novas metas que nos propomos a alcançar. É aquilo que dá sentido a tudo que fazemos, é tudo que sabemos que queremos.

Como cuidar da motivação pessoal?


Considerando tudo sobre o que falamos até esse ponto, podemos notar que os dois tipos de motivação são importantes e que a melhor forma de se manter sempre motivado é cuidar de ambos os níveis, mantendo também o equilíbrio com o lado profissional.

Pensando nisso, algumas práticas simples podem ajudar muito a manter saudável sua motivação pessoal. São elas:

1. Pratique atividade física


A prática de exercícios é uma ótima forma de ficar rapidamente motivado, principalmente se a atividade for acompanhada daquela música animada que você tanto gosta.

O corpo em movimento por si só já altera nosso estado emocional, mas é comprovado que, nesses períodos, nosso corpo libera substâncias benéficas ao nosso humor, contribuindo para nosso bem-estar e felicidade.

2. Preze pela positividade


Sua motivação pessoal é muito influenciada pelos seus pensamentos e pelas pessoas que te cercam.

Além de cultivar uma perspectiva mais otimista até mesmo sobre os menores aspectos da vida, certifique-se de estar sempre próximo de pessoas que também são assim. 

Há pessoas que nos deixam mais motivados em pouco tempo ao lado delas, então procure ficar perto de quem faz você se sentir bem.

3. Reflita consigo mesmo


A vida está cada dia mais corrida e muitas vezes não temos tempo nem para uma ligação rápida para um familiar ou amigo querido. Sendo assim, com que frequência você conversa consigo mesmo?

Essa autorreflexão é muito importante para nos conhecermos melhor e sermos capazes de identificar que sentido estamos dando à nossos dias. Essa clareza é essencial para nossa motivação pessoal.

Para se conectar consigo mesmo, você pode praticar yoga, meditação ou simplesmente adquirir o hábito de se deitar de olhos fechados, relaxado, e iniciar uma investigação profunda dentro de si mesmo, ultrapassando quaisquer barreiras de julgamento.

Pense sobre quem você é, o que tem feito e se está satisfeito com suas ações. Sem dúvidas será uma experiência revigorante.

4. Coloque no papel o que te faz bem


Quantas vezes você já parou para pensar no que realmente você gosta de fazer? Crie uma lista com todas as coisas que te fazem se sentir bem e mais animado.

Não seja muito crítico, coloque o que vier à mente, mesmo as coisas mais simples e corriqueiras. 

Adote o hábito de consultar essa lista diariamente, se comprometendo a cumprir pelo menos um daqueles itens. Essa proximidade com atividades prazerosas te ajuda a evitar o desgaste da sua motivação pessoal.

 

Gostou das nossas dicas de como cuidar da sua motivação pessoal? Alie essas dicas à nossa lista de como combater a desmotivação no trabalho e garanta um time de colaboradores mais produtivo e feliz!

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.