O que é feedforward e como aplicar na sua empresa?

Compartilhe

Como profissional de RH, você já deve estar bem habituado ao conceito de feedback, não é mesmo?  Mas sabia que há outra ferramenta que também pode ser usada para otimizar a gestão da sua empresa? Trata-se do feedforward.

Dentro do contexto organizacional, a palavra feedforward significa “nutrir o futuro” e “olhar para frente”.

Isso porque essa ferramenta é uma poderosa aliada, capaz de orientar e desenvolver as competências dos seus profissionais, para que eles possam evoluir e alcançar todo o seu potencial.

Nesse sentido, o feedfoward é capaz de acelerar, modificar e ampliar as hard e soft skills do seu time.

Mas, antes disso, é preciso realizar uma análise comportamental de cada membro da equipe, identificando as competências e habilidades que precisam ser desenvolvidas a curto prazo, além de monitorar todo esse processo de desenvolvimento individual.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então continue acompanhando o nosso artigo. 

Diferenças entre feedback e feedforward 

Antes de aprofundar o assunto, é preciso ressaltar aqui que essas duas ferramentas são essenciais e uma não anula a outra.

Muito pelo contrário, quando usados de forma correta, o feedback e o feedforward se complementam.  

Entenda mais sobre as diferenças desses dois conceitos:

1. Feedback 

Na prática, o feedback é uma ação de “dar um retorno”.  Isso porque, geralmente, ele é voltado para dar um conselho, uma orientação ou fazer um reconhecimento para atitudes, comportamentos e ações que começaram no passado.

A intenção dele, portanto, é fornecer mais motivação e alinhar as expectativas sobre as ações e posturas do time.

Ele também pode trazer, por exemplo, os resultados positivos ou negativos de uma avaliação de desempenho.

2. Feedforward 

Por sua vez, o feedforward é voltado para as ações futuras. Isso porque o foco dessa avaliação fica sobre quem a pessoa é hoje e quem ela pode ser no futuro. 

Nesse sentido, o feedforward tem o objetivo de dar direcionamentos, engajar, apoiar criar estratégias e fornecer o autoconhecimento necessário para que os colaboradores atinjam todo o seu potencial.

Ele também ajuda a antecipar os aspectos que precisam ser melhorados em um determinado projeto ou situação para que, mais para frente, todo o time consiga lidar com os desafios propostos e ter uma alta performance. 

Ou seja, ele utiliza os erros do passado como aprendizado para evitar essas atitudes, ao mesmo tempo que: 

  • Desenvolve novos talentos; 
  • Estimula a autorreflexão;  
  • E incentiva a busca por melhorias comportamentais e profissionais. 

E qual a relevância do feedforward? 

Como dito anteriormente, o feedforward analisa o presente e propõe melhorias para o futuro, reconhecendo os pontos que precisam ser trabalhados para se alcançar o pleno desenvolvimento de uma organização.  

Além disso, ele também auxilia no autoconhecimento, tanto para os líderes quanto para liderados, que passam a entender e a utilizar os melhores recursos para atingir todos os seus objetivos individuais e coletivos. 

No entanto, para que o feedforward realmente dê resultados, a empresa precisa de uma cultura organizacional forte para divulgar e defender sua visão, missão e valores.

E esses propósitos precisam estar alinhados com as lideranças, já que essa ferramenta requer um diálogo claro, franco e constante dentro da organização. 

Por fim, vale ressaltar também que o feedforward pode ser aplicado de diversas formas. As mais comuns aparecem dentro do contexto de treinamentos corporativos e na criação de planos desenvolvimento. 

Isso porque, se um colaborador pretende se tornar gestor, por exemplo, o feedforward irá auxiliá-lo a entender quais são os pontos necessários para atingir esse objetivo, como capacidade de comunicação e melhora nas relações interpessoais.

Exemplos de feedforward

Para tornar essa ferramenta ainda mais clara, trouxemos alguns exemplos práticos de perguntas para sua aplicação:

  • Quais competências (conhecimentos, comportamentos e atitudes) você precisa aprimorar?
  • Quais conhecimentos ou habilidades você gostaria de desenvolver? 
  • Quais são os seus objetivos para o futuro? 
  • Como você se vê profissionalmente daqui 3 anos? 
  • Por onde e como devem começar as mudanças na sua vida? 
  • Você se vê crescendo na empresa?
  • Quais posições você gostaria de ocupar aqui? 
  • Você tem interesse de ter uma carreira em X ou Y?  
  • Você está satisfeito com o seu desempenho na função atual? 
  • O que é preciso fazer para melhorar tal atitude daqui para frente? 

Por fim, vale ressaltar que o feedforward pode ser usado a qualquer momento que você julgar ser relevante para a sua organização, sendo uma ferramenta de uso contínuo dentro das empresas.  

Quer implementar o feedforward na sua empresa, mas ainda não sabe como começar? Então inicie pelo primeiro passo: a avaliação de desempenho. Baixe nosso kit e veja como!

BWG

BWG

Assine a news e fique por dentro das principais notícias do mundo do RH e da Comunicação Interna.