Por que a resiliência no trabalho é um diferencial?

resiliência no trabalho

Por que a resiliência no trabalho é um diferencial?

A resiliência no trabalho é uma das principais características do profissional do futuro. Saber lidar com as adversidades é um verdadeiro desafio nos dias atuais, por isso é um grande diferencial, não só para o mercado corporativo.

As empresas e seus colaboradores são frequentemente bombardeados de situações inesperadas. Em 2020, por exemplo, estamos passando por uma situação que certamente não era esperada por ninguém quando fazia planos para o novo ano.

Muitas empresas tiveram que migrar para o home office mesmo não estando ainda completamente preparadas para essa transição tão radical. 

A imersão na transformação digital tem sido um processo mais lento aqui no Brasil e muitos gestores foram pegos despreparados.

Mas aqueles que conseguiram driblar essa situação e pensar em soluções viáveis para a sobrevivência de seu negócio, estão conseguindo se manter mais do que aqueles que não tiveram tanta resiliência assim.

Porém, a resiliência no trabalho é muito mais do que isso. Neste artigo vamos explicar por que ela é um diferencial e dar, também, algumas dicas de como você pode desenvolver essa competência tão importante para o futuro do trabalho.

Acompanhe!

O que é a resiliência?


A resiliência é mais do que ser capaz de encontrar soluções em meio aos problemas. Ela é uma
inteligência emocional, um equilíbrio alcançado no interior do indivíduo que o faz enxergar as coisas através de uma ótica diferente.

Essa pessoa tenta ver as adversidades como uma oportunidade, seja de se desafiar ou de inovar em algum projeto de sua vida. 

Acima de tudo, o indivíduo resiliente é alguém que não tem medo das mudanças e entende que as dificuldades vão surgir sempre, não importa o quanto você deseje que  tudo esteja sempre perfeito.

A resiliência é aproveitar os desafios como uma chance de crescer e desenvolver novas habilidades, de sair da zona de conforto e evoluir como ser humano e profissional.

Por que ela é um diferencial no trabalho?


No contexto corporativo, a resiliência no trabalho tem sido cada vez mais priorizada pelas empresas. Esse é um ambiente que naturalmente exige que o indivíduo seja mais resiliente.

Seja na concorrência por uma vaga de trabalho, seja com a mudança do gestor, pressão interna por resultados, prazos, conflitos dentro da equipe, entre outros. Esses cenários podem ser muito negativos para quem não consegue lidar bem com as dificuldades.

Mais do que isso, a sociedade hoje já compreende que os problemas e desafios não deixam de existir, eles apenas se transformam. 

Em outras palavras, o que era desafiador para as empresas há alguns anos pode já não ser hoje, assim como o que antes era tido como certo, hoje pode já não ser.

Se observamos, por exemplo, a relação entre consumidor e marcas: antes havia um modelo de publicidade e atendimento ao cliente que já não seria suficiente hoje.

Isso acontece porque o perfil desse consumidor mudou, principalmente com o advento da internet e outras tecnologias, que conferiram a ele um poder de escolha muito maior.

Pode ser que, daqui algumas décadas, esse relacionamento já esteja completamente diferente e as organizações precisem se reinventar novamente.

No contexto do futuro do trabalho, onde algumas profissões deixam de existir e outras completamente novas começam a surgir, é difícil prever com precisão como serão as relações de trabalho.

O que se sabe é que, quanto mais versátil esse novo profissional for, melhor. A adaptabilidade aos possíveis novos cenários e a resiliência no trabalho serão mais do que bem-vindas.

Como desenvolver a resiliência no trabalho?


Se você tem dificuldade para lidar com problemas e situações inesperadas, não precisa desanimar. A resiliência é uma competência que pode ser desenvolvida, desde que você saiba agir de forma inteligente.

Confira as dicas que separamos e comece a colocá-las em prática não só no trabalho, mas também no contexto pessoal de sua vida. Aos poucos você se tornará alguém mais resiliente.

Confira:

Invista em autoconhecimento


O autoconhecimento é um instrumento poderoso para qualquer ser humano atualmente. Saber o que você espera de si mesmo, quais suas metas pessoais, qualidades e pontos de melhoria são um grande diferencial.

É muito comum que a gente não saiba disso, porque vivemos em um mundo tão competitivo e acelerado que sequer paramos para “conversar” com nós mesmos.

Retire um tempo para você, pense sobre o que você gosta. A meditação é uma prática que pode ajudar muito a desacelerar o seu eu interior e facilitar essa busca por respostas.

Quando você se conhece bem, é capaz de tomar decisões com muito mais segurança em qualquer área da sua vida, inclusive no trabalho.

Seja positivo


O pessimismo não é o melhor amigo da resiliência no trabalho. Como mencionamos antes, ser resiliente tem a ver com enxergar oportunidade nos desafios, coisa que parte de uma perspectiva mais positiva, tirando o foco das lamentações.

Ser otimista é o que nos dá força para continuarmos em frente, buscando nossos objetivos e sendo persistentes, não importa o que aconteça. Exercite essa visão na sua rotina e veja como sua mente ficará muito mais leve no fim do dia.

Abrace as críticas


Muita gente não lida bem com críticas e podemos dizer que essa dica é um complemento da anterior.

A forma como você encara as críticas é o que faz toda diferença. Se você as vê como uma fraqueza, um sinal de que você não é bom o bastante, você tende a se diminuir cada vez mais.

Por outro lado, ser aberto ao feedback e buscar entender se o seu papel em um projeto precisa melhorar é resultado de uma atitude mais positiva, de alguém que busca constantemente se tornar uma versão ainda melhor de si mesmo.

Portanto, seja mais do que aberto às críticas. Abrace-as e faça algo incrível com elas, convertendo-as em material para seu aperfeiçoamento pessoal e profissional.

 

Gostou das nossas dicas sobre resiliência no trabalho? Confira também nosso conteúdo sobre a importância das habilidades cognitivas e metacognitivas.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.