Trabalho home-office: 5 dicas para ser mais produtivo

trabalho home-office

Trabalho home-office: 5 dicas para ser mais produtivo

Mesmo já sendo uma realidade em alguns segmentos do mercado, como a área de Tecnologia e Marketing, o trabalho home-office ainda não era tão popular no Brasil. No entanto, com o surgimento da pandemia da Covid-19 e a necessidade do isolamento e distanciamento social, levar o expediente corporativo para dentro de casa tornou-se a saída mais acertada.

Para muitos, trabalhar de casa representa total liberdade. Afinal, nada mais cômodo do que acordar um pouco mais tarde, tomar um café sossegado e não enfrentar congestionamento, certo? Mas só isso não garante que o trabalho será desempenhado da mesma forma que antes, quando era necessária a presença do colaborador na empresa.

Para que os dias de trabalho home-office sejam, de fato, produtivos, é preciso traçar algumas estratégias que afastam as distrações, minimizem os riscos de lesões e, é claro, elevem a produtividade.

No conteúdo a seguir, elencamos 5 dicas de como se tornar bem mais produtivo no home-office. Durante a leitura, você receberá alguns insights relacionados a planejamento, saúde e bem-estar, gerenciamento de tarefas e muito mais.

Produtividade no home-office: trabalhe em casa e obtenha os melhores resultados


Trabalhar ainda de pijamas, não estabelecer rotinas fixas para a realização das tarefas e não possuir um planejamento bem claro são alguns dos erros que comprometem a produtividade de quem trabalha em casa.

Como o ambiente profissional é inserido no cotidiano pessoal, inclusive envolvendo outras pessoas da família, as chances de distração, procrastinação e outras ações que podem interferir na realização das tarefas são grandes. Sendo assim, o profissional deve se atentar a alguns requisitos para otimizar o trabalho home-office.

Separamos algumas dicas para você. Veja só!

1. Crie um espaço específico para realizar suas tarefas


Embora seja tentador, trabalhar na mesa da cozinha, no sofá ou deitado na cama não surtem efeitos positivos para quem faz home-office. 

Não é necessário possuir um cômodo como escritório, visto que muitas vezes isso não é possível. 

No entanto, é válido considerar separar um espaço, seja uma escrivaninha no quarto, em um canto da sala ou outro espaço disponível. O importante, de fato, é ter um espaço exclusivo para que você possa sentar e iniciar o seu trabalho, com tudo o que precisa em mãos.

A ergonomia é importante

Ao organizar o seu espaço de trabalho home-office, considere os aspectos ergonômicos, ou seja, aqueles mobiliários que auxiliam na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. Uma cadeira confortável, uma mesa na altura ideal e um monitor na altura dos olhos são de grande valia.

A iluminação, sons e a temperatura do ambiente também fazem parte deste pacote. Sendo assim:

  • não reduza totalmente os sons do ambiente – músicas de até 70 decibéis favorecem o desempenho e o processo de abstração do cérebro;
  • utilize uma iluminação confortável aos olhos;
  • mantenha a temperatura do ambiente entre 20 e 25º.

2. Vista-se como se estivesse indo para o escritório


Trabalhar de pijama é aconchegante mas nada eficiente. Isso porque quando você veste uma roupa utilizada normalmente para dormir, o seu cérebro a associa a um estado de sono e relaxamento. Consequentemente, fica mais difícil de concentrar e concluir as atividades com êxito.

Por isso, antes de iniciar a sua jornada no trabalho em casa, vista-se normalmente, como se fosse sair de casa. Mas cuide do conforto: mulheres podem abandonar os saltos e apostar em sapatilhas e rasteiras confortáveis + modelos “comfy”. Já os homens, um bom tênis e um look casual são suficientes.

3. Estabeleça uma rotina saudável


Manter hábitos saudáveis auxilia na produtividade e está cientificamente comprovado. Segundo uma pesquisa realizada pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) a má alimentação no ambiente de trabalho reduz em até 20% os níveis de produtividade.

Desta forma, manter uma alimentação equilibrada, aliada a prática de exercícios físicos, manterá a sua produtividade em alta durante o trabalho home-office.

Você pode praticar exercícios físicos regularmente em qualquer período do dia. Porém, se for possível, inclua as atividades ainda no início da manhã, antes do expediente. Faça e perceba como a sua disposição melhora em níveis bem satisfatórios!

Outros hábitos saudáveis que podem otimizar o seu trabalho em casa são:

  • Não exceder a carga horária de 8 horas diárias de trabalho;
  • Estabelecer pausas de 15 minutos após longos blocos de atividade;
  • Ingerir ao menos 2 litros de água por dia;
  • Fazer alongamentos antes e após o expediente;
  • Incluir exercícios de ginástica laboral nos intervalos.

 

4. Utilize gerenciadores de tarefas


Para que você chegue ao final com todas as tarefas cumpridas, é preciso utilizar uma agenda ou algum gerenciador de tarefas. Visualizando as demandas com mais clareza, fica mais simples se planejar para cumnpri-las dentro do expediente delimitado.

Há quem prefira as agendas manuais. Porém, quem é adepto da tecnologia encontra bons gerenciadores e listas de tarefas gratuitas.

O Trello é um gerenciador bastante utilizado pelas empresas, sobretudo na área de Marketing, Tecnologia e Comunicação. 

Utilizando o método Kanban, o Trello permite a criação de colunas e cards, nos quais é possível indicar a descrição da tarefa, prazos para entrega, anexar documentos, incluir membros em times específicos e outros.

Além destas possibilidades, utilizar uma simples lista de tarefas, organizando as demandas por blocos, também é muito funcional. Neste caso, também há alguns apps gratuitos e eficientes, como o Google Tasks, Todoist e o Microsoft To Do.

5. Reduza as distrações e notificações


Assim como é imprescindível organizar as demandas diárias, manter total concentração durante o expediente é crucial para o foco e produtividade. Entre os grandes vilões das distrações estão as notificações do celular e do desktop.

Para evitar acessar o smartphone todas as vezes que uma notificação surgir, desabilite-as. Desta forma, há menos chances de você se distrair enquanto verifica não só a notificação mas, também, toda a linha do tempo ou o feed das suas redes.

Neste mesmo contexto, é válido manter o celular no silencioso ou em “modo avião”. Assim, enquanto estiver concentrado durante o expediente, o seu modo criativo e produtivo não será comprometido.

Em tempos nos quais as questões emocionais estão cada vez mais em voga, manter os níveis de produtividade no home-office pode ser uma tarefa árdua. No entanto, é interessante destacar que trabalhar em casa traz mais vantagens do que desvantagens, tanto do ponto de vista produtivo como físico e mental.

O grande segredo está no equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, bem como a adoção de um bom plano de ações para que as demandas sejam cumpridas sem grandes entraves. Com as dicas abordadas ao longo do conteúdo, é possível tornar o home-office bem mais prazeroso e eficaz!

 

Quer saber como otimizar suas ações profissionais e manter a saúde e o bem-estar, além de altos índices de produtividade? Então leia nosso conteúdo que aborda a importância da ergonomia no trabalho.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.