O que é PDI e por que ele é importante para o RH da minha empresa?

O que é PDI

O que é PDI e por que ele é importante para o RH da minha empresa?

Se você trabalha com RH, entender o que é PDI te permite usufruir de um recurso poderoso, utilizado pelas empresas na gestão de pessoas com o objetivo de estimular os colaboradores e aumentar a produtividade do negócio.

Os resultados organizacionais têm estado cada vez mais atrelados ao desempenho de uma equipe entusiasmada e comprometida com o que faz.

Como estamos falando de pessoas, é compreensível que imprevistos podem acontecer e não é possível controlar a atividade de cada profissional individualmente.

Por outro lado, tomar algumas medidas básicas pode ajudar a organizar melhor o trabalho e direcionar os resultados para aquilo que é esperado de cada um. Assim, além de otimizar o trabalho, os colaboradores se tornam mais satisfeitos.

Quer entender melhor como isso tudo funciona? A seguir você vai entender o que é PDI e por que é tão importante para o RH do seu negócio. Confira!

Mas o que é PDI, afinal?


PDI é uma sigla para
plano de desenvolvimento individual. Como o próprio nome sugere, ele é um planejamento que atua no crescimento do profissional da empresa, definindo metas a serem alcançadas.

O conteúdo desse plano leva em consideração os objetivos da empresa e os anseios do colaborador, o que ele espera da sua carreira dentro da organização. 

Mais do que isso, o PDI organiza as ideias e desejos profissionais de uma forma mais concreta, atuando até mesmo como um processo de autoconhecimento.

Em um primeiro momento, ele prioriza os objetivos de curto e médio prazo: ligando as competências e habilidades que o profissional busca desenvolver com as atividades que deverá realizar na empresa.

Posteriormente, podem ser visualizadas também as possibilidades futuras, considerando o cenário da empresa e quais os aspectos do profissional que mais poderão contribuir com ela, mais a longo prazo.

O resultado disso é que o PDI tem um potencial incrível de aumentar a motivação, o foco, a produtividade e a energia para o trabalho. 

Em geral, todo o processo de planejamento e execução são acompanhados por um profissional, um mentor responsável por ajudar o colaborador a definir com mais clareza quais serão seus objetivos.

Que elementos devem constar no PDI?


Agora que você já sabe o que é PDI, é importante dizer que ele pode ter uma estrutura variada, de acordo com cada empresa. 

Porém podemos citar alguns pontos que são essenciais para um planejamento verdadeiramente eficaz e que, portanto, não podem ficar de fora. São eles:

Estudo e definição de objetivos


Um plano de desenvolvimento individual precisa ter uma base para começar e nada melhor do que começar fazendo um levantamento das competências do colaborador.

É preciso focar na prospecção dessas competências, identificando aquelas que precisam ser desenvolvidas mais a curto prazo e as que devem ser desenvolvidas mais a longo prazo pelo colaborador para que ele alcance os objetivos da empresa. 

Todo esse panorama de experiências, com detalhamento de funções e o conhecimento adquirido em cada uma delas, reforça a importância de uma cultura de feedback que esteja sempre fazendo esse tipo de acompanhamento.

É preciso compreender os pontos fortes e fracos de cada um analisando inclusive através de exemplos situacionais, buscando elaborar um PDI realmente eficaz e realista para o profissional em questão.

Metodologia estratégica


É preciso ter em mente que estamos falando de um
planejamento estratégico, acima de tudo. Isso inclui ser o mais detalhado possível, definindo a estratégia e explicando o passo a passo necessário para que ela seja cumprida.

É preciso considerar também os elementos externos que serão utilizados, como treinamentos e cursos, assim como a performance almejada e as práticas atribuídas ao profissional em questão.

Porém, é importante não se precipitar e entender que, para que a estratégia funcione, é essencial ter foco e entender que é possível fazer as modificações que por alguma razão venham a ser necessárias.

Prazos


Como um bom planejamento estratégico, os prazos para realização das metas definidas também
devem estar claros.

Esse plano não necessariamente tem um prazo padrão. É possível criar planos com prazos de meses, semestre ou anos. 

O mais importante é não estipular períodos irreais, em que seria impossível cumprir com o planejado. 

Para os PDIs mais longos, com prazos anuais e mais abrangentes, é preciso ter um certo cuidado para não deixar de lado as metas menores, de curto prazo. 

Elas também precisam constar, pois uma visão excessivamente macro pode prejudicar a exploração de competências e habilidades mais específicas, que fazem a diferença no dia a dia.

Mesmo os planos mais longos devem ter subdivisões que permitam uma avaliação frequente e breve dos resultados já alcançados em ações pequenas.

Por que o PDI é importante para o RH?


O recurso do plano de desenvolvimento individual é uma importante
estratégia de RH a ser adotada para empresas que entendem a necessidade de focar na gestão de talentos.

Ele permite que a empresa trabalhe ativamente no incentivo à carreira dos profissionais, algo que agrada a qualquer colaborador. 

Assim, além de atrair e reter talentos, a empresa tem muito mais chance de ter sucesso em sua gestão de pessoas.

Afinal, nenhuma organização busca por profissionais que almejam o mesmo cargo pelo resto de suas vidas. O desenvolvimento individual é parte do sucesso coletivo e formar lideranças é parte do processo.

Essa visão é o que garante a competitividade do negócio, visto que a evolução do capital humano de uma empresa é um dos principais aspectos de sua projeção no mercado.

Por essas razões, podemos dizer que a importância do PDI está nos seguintes pontos, por exemplo:

  • No empoderamento de colaboradores que, de forma personalizada, enxergam suas necessidades e oportunidades, se adaptando e aprendendo dentro da empresa;
  • Na clareza e motivação que o profissional adquire, entendendo que a empresa valoriza seu desenvolvimento e, consequentemente, se tornando mais engajado e comprometido;
  • Autonomia do profissional para assumir o controle de seu desenvolvimento e agir com mais confiança;
  • Senso de responsabilidade que o colaborador passa a ter para com sua própria carreira, sendo mais dedicado;
  • Noção de diferencial de cada colaborador, fornecendo à empresa informações que permitem visualizar o melhor de cada profissional, facilitando a tomada de decisão;
  • Preparação do profissional para futuras promoções, conferindo segurança tanto para empresa quanto para o próprio colaborador, de que ele está apto para assumir.

 

 

Agora você já sabe o que é PDI e o quanto esse planejamento pode ser útil para o RH e para o desenvolvimento da empresa. Quer ler mais sobre esse assunto? Confira outros conteúdos como este no nosso blog.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.