Tudo sobre o processo de transformação digital nas empresas brasileiras

transformação digital nas empresas

Tudo sobre o processo de transformação digital nas empresas brasileiras

O processo de transformação digital nas empresas está acontecendo no mundo todo e é importante se manter atualizado sobre a situação do mercado, principalmente aqui no Brasil.

Sendo um impacto para todas áreas, desde o varejo ao mercado financeiro, por exemplo, investir no digital é sinônimo de sobrevivência para os empresários.

Mas por que isso acontece? Afinal, em que estágio de adaptação o Brasil se encontra nesse momento? Quais são as projeções para o futuro?

Se você está se fazendo essas perguntas, continue lendo. Preparamos aqui um panorama geral sobre a transformação digital nas empresas brasileiras.

Através deste conteúdo, você poderá se dizer atualizado sobre os principais aspectos desse momento complexo do mercado corporativo que estamos vivendo.

Transformação digital nas empresas


A transformação digital é um processo que se iniciou com utilização da internet e as primeiras plataformas
online e mobile dentro do ambiente corporativo.

Atualmente, porém, a etapa que grande parte das empresas está vivendo é a chamada segunda onda da transformação digital, que tem uma visão mais estratégica e focada em metas e objetivos do negócio.

Em outras palavras, mais do que agregar tecnologias e digitalizar o negócio, é preciso direcionar esse uso de forma correta e planejada, buscando otimizar atividades, melhorar a performance e aumentar a produtividade.

A razão pela qual tantas empresas estão buscando se desenvolver nesses aspectos é, obviamente, a competitividade. 

O sucesso da relação entre a utilização da tecnologia como ferramenta interna de melhoria de operações e seu impacto de amplo alcance no ambiente externo da organização, é muito atrativa.

Com cada vez mais empresas se rendendo a essa possibilidade e tendo resultados incrivelmente positivos, aquelas que por alguma razão ainda resistem a ela, logo se encontram em desvantagem. 

A adaptação brasileira


De acordo com
pesquisa realizada pela Exec em parceria com a Panorama Research e divulgada pelo Valor Econômico no final do ano passado, o Brasil apresenta uma adaptação mais lenta se comparado a outros países da América Latina.

Isso acontece principalmente porque alcançar a chamada maturidade digital não significa inserir deliberadamente todas as tendências tecnológicas do momento em sua empresa.

Como já dito, é preciso alcançar a harmonia entre as características que a compõe. Segundo a líder global MacKinsey, essas características principais são:

  • Modelos de negócio: novas formas de operar e novos modelos econômicos; 
  • Conectividade: engajamento em tempo real;
  • Processos: foco na experiência do cliente, automação e agilidade;
  • Analytics: processos de desenvolvimento e tomada de decisão orientados por dados.


A mesma empresa desenvolveu, considerando esses aspectos-chave, um
relatório do nível de maturidade das empresas brasileiras, no período entre 2018 – 2019.

Basicamente a análise indicou que a transformação digital nas empresas brasileiras é um processo muito desafiador, pois algumas empresas ainda focam muito em apenas um aspecto e ainda há muita dúvida sobre como, de fato, mudar.

Em outras palavras, algumas empresas ainda investem muito em práticas isoladas.

Como, por exemplo, em líderes que compreendem a necessidade de desenvolver uma consciência mais voltada para a jornada do cliente e de desenvolver uma comunicação interna mais horizontal.

Porém, por outro lado, não trabalham para que os demais colaboradores da empresa possam lidar com essa visão e trabalhem na mesma sinergia.

Ou investem em iniciativas de analytics mas têm uma estrutura que pouco se baseia nos dados para de fato tomar decisões.

A pesquisa indica também que essas variações são evidentes em diferentes setores da economia, dependendo principalmente do comportamento e necessidades do cliente.

Em resumo, o cenário geral brasileiro ainda é bastante desafiador e há empresas em diferentes estágios de transformação digital.

Projeções para o futuro


Considerando o cenário atual de maturidade que citamos acima, não é difícil adivinhar as projeções futuras para a transformação digital nas empresas do Brasil.

A tendência é que a busca pela integração entre os pilares do processo só venha a se intensificar. 

Considerando essa perspectiva, os pontos que mais deverão receber investimento nos próximos anos, são:

Alinhamento corporativo


Mais do que alinhar as tecnologias aos processos, é preciso alinhar colaboradores aos objetivos.

Ou seja, a meta de estruturar uma estratégia digital a todo seu processo de execução e incorporação à cultura organizacional do negócio tende a ser cada vez mais forte, a receber mais atenção de gestores e líderes.

Foco nas pessoas


Diretamente ligada à proposta de alinhamento corporativo, o investimento em líderes e colaboradores será cada vez mais intenso.

Afinal, o engajamento entre esses dois patamares hierárquicos da empresa é fundamental para que a transformação digital possa ser instaurada a partir de um processo mais natural e com menos impacto negativo.

Simplificando, as empresas não só devem promover líderes e colaboradores focados em digital, mas da mesma forma propiciar um ambiente versátil para que aqueles executivos mais experientes possam se reinventar e aderirem à inovação. 

Só com essa visão é que a estratégia digital será verdadeiramente sólida e contará com colaboradores e líderes mais preparados para contribuir com a jornada de transformação.

Cultura de inovação


As empresas também tendem a investir cada vez mais em uma
política de inovação

A cultura de inovação, além de propor o engajamento entre a proposta de uma empresa mais digital e seus colaboradores, também entende que é necessário estar sempre se reinventando.

Ou seja, investir em tecnologias isoladas não é mais uma opção inteligente. 

A segunda fase de transformação digital nas empresas exige uma visão mais ampla sobre os processos que evita que o negócio fique estagnado.

Processos inteligentes e automatizados


A automatização de processos internos já é uma característica da transformação digital desde que começou a ser implementada.

Agora cabe às organizações reorganizarem essa estratégia, tornando-a mais inteligente, focada em objetivo específicos.

Redefinir os processos operacionais, descobrindo um novo propósito para eles, é o que significa ser uma empresa intrinsecamente digital.

Parceiros especializados


Algumas das barreiras encontradas pelas empresas no processo de transformação digital tem sido a dificuldade em aplicar de forma eficaz as tecnologias adquiridas e treinar colaboradores para um uso mais proveitoso de ferramentas e metodologias.

Uma solução para isso é uma gestão de mente aberta, que considera possibilidades externas.

O mercado está cada vez mais rico de empresas especializadas em soluções inteligentes que aceleraram o processo de adaptação digital.

Optar por uma parceria no modelo BPS, é uma forma de contar com um auxílio que não só oferece ferramentas e metodologias, mas também valores vantajosos para a estratégia financeira do negócio.

 

Esse é o panorama atual sobre a situação do desenvolvimento digital no cenário corporativo brasileiro. Quer continuar lendo sobre transformação digital nas empresas? Entenda melhor o impacto da Inteligência Artificial na área.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.