A importância da gestão de talentos no sucesso das empresas

gestão de talentos

A importância da gestão de talentos no sucesso das empresas

A gestão de talentos é uma atribuição do setor de Recursos Humanos, responsável por estabelecer uma estratégia que possa estimular o desenvolvimento dos colaboradores, valorizando o potencial de cada indivíduo.

O cenário dinâmico que caracteriza o mercado corporativo exige que as habilidades dos profissionais sejam aproveitadas da melhor forma possível. 

Essa necessidade é reflexo da transformação digital e seus efeitos para o futuro do trabalho, que são mudanças provocadas pela tecnologia, mas essencialmente movidas pelas pessoas que trabalham nas organizações.

Mas o que é a gestão de talentos e qual a importância dela para essa discussão? Que práticas relacionadas à gestão de talentos podem contribuir para o sucesso de uma empresa?

É exatamente disso que vamos tratar ao longo deste artigo. Continue lendo para descobrir!

O que é gestão de talentos?


A gestão de talentos é um processo em que o
RH assume uma postura mais estratégica e encara toda a gestão de pessoas com uma visão mais analítica.

Ou seja, desde o processo de recrutamento e seleção, passando pelo treinamento e até a dinâmica de relacionamento adotada na rotina de trabalho é planejada, seguindo uma metodologia

Assim, essa gestão tem como objetivo reter talentos com um potencial relevante para contribuir para a estratégia geral do negócio.

Os profissionais que podem promover uma entrega mais eficiente para clientes e que têm um conjunto de hard e soft skills que se encaixam com o perfil da empresa.

É claro que esse sempre foi, afinal, o objetivo do RH. Porém o capital humano, que antes era visto como um mero recurso para o sucesso da empresa, agora é colocado como o elemento mais poderoso do processo.

A transição de um RH operacional para o estratégico inclui a automatização e terceirização de atividades burocráticas, considerando o aspecto criativo e ágil dos profissionais do setor.

Assim, essa gestão mais estratégica também assume uma postura mais colaborativa e voltada para o aspecto humano da empresa, pois essa é a melhor maneira de se aproximar dos colaboradores e realmente identificar talentos ali.

Importância da gestão de talentos


O perfil do mercado de trabalho tem passado por mudanças significativas, o que deixa muitos profissionais inseguros sobre a demanda de oportunidades. 

Pesquisa realizada pelo Meio e Mensagem, apontou que 48% dos jovens entrevistados se sentem ansiosos com relação ao futuro, por conta dessa instabilidade.

Por essa razão, as empresas precisam entender que a melhor forma de não perder talentos por conta dessa insegurança é oferecer ajuda a eles.

Novamente, a retenção de talentos sempre foi importante, principalmente porque nenhum gestor quer perder seus colaboradores mais eficientes para a concorrência.

Entretanto, o momento atual demanda uma relação de parceria, confiança e empoderamento. 

Empresa e profissional devem se ajudar, descobrindo novas maneiras de evidenciar as habilidades de cada indivíduo, fazendo dessa uma relação muito mais saudável e evolutiva do que uma simples corrida contra suas maiores concorrentes.

Em suma, o modelo de RH e a forma como ele encara a gestão de talentos está passando por um processo de disrupção, que representa a chave para que empresas sejam bem posicionadas no processo de transformação digital.

A tecnologia é um recurso vazio quando recebe investimentos de maneira isolada. Ela precisa contar com forte um apoio humano.

Assim, a gestão de talentos facilita a absorção das novas tecnologias, diminui custos com demissões e novas contratações, permite que os profissionais tenham um plano de carreira satisfatório e motiva as equipes.

É assim que as organizações podem visualizar resultados de sucesso.

Práticas da gestão de talentos


Não existe uma fórmula mágica para a gestão de talentos. 

Ao longo deste texto, você provavelmente já percebeu que é toda uma mudança interna na postura do RH que vai proporcionar ações mais estratégicas.

Por outro lado, além de considerar o capital humano com uma importância maior, podemos citar alguns outros pontos que são essenciais para uma gestão de talentos moderna.

São eles:

Rápida alocação de novos talentos


O RH estratégicos é regido por
indicadores, e não é por acaso que um deles é voltada para o tempo de alocação de novos talentos.

O tempo que uma empresa demora para finalizar o processo de contratação e também integração de novos colaboradores, diz muito sobre sua performance na gestão de pessoas.

Quando um novo profissional se ajusta rapidamente, significa que ele foi recrutado com base em uma análise de fit cultural, além de ser alocado em atividades especificamente voltadas para suas habilidades.

Isso também é reflexo de uma gestão que acompanha o processo de perto, incentivando que as equipes sejam multifuncionais.

Valorização da experiência do colaborador


A gestão de talentos estratégica tem um foco especialmente voltado para a experiência do colaborador.

Isso significa que a proposta é fazer com que ele se sinta parte de algo grande, que goste de ir para o trabalho e que se sinta confortável com seus colegas, sejam eles do mesmo setor ou até mesmo líderes, gestores ou diretores.

O contato direto com líderes, troca de feedback, e apoio à participação em decisões importantes em projetos, entre outras ações, são exemplos valiosos que aprimoram essa experiência.

Alinhamento com a cultura organizacional


A gestão de talentos deve ser focada em alinhar os profissionais com a estratégia e com toda a
cultura organizacional da empresa.

O poder dessa gestão não teria nenhum valor se fosse baseada em colaboradores que não se importam realmente com as metas e prioridades da organização em que trabalha.

Nesse aspecto também vale ressaltar que os valores da empresa são levados em consideração no ambiente corporativo moderno.

Em outras palavras, é importante se dedicar a ser uma empresa autêntica, que considera e se importa com os papéis sociais exercidos pelos componentes de seu capital humano.

 

Se você chegou até aqui, com certeza já entendeu que a gestão de talentos, nos dias atuais, é uma estratégia de RH indispensável para os negócios. Quer conferir mais algumas dicas de como elaborar a sua? Confira como fazer um plano de gestão para engajamento.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.