RH 4.0: O que é e quais as principais tendências para 2020

RH 4.0

RH 4.0: O que é e quais as principais tendências para 2020

A próxima década promete ser de muita inovação para as empresas. Grande parte dessa transformação vai acontecer por conta do que chamamos de RH 4.0.

Como veremos ao longo deste texto, a inovação não significa substituir o humano pela tecnologia, mas sim utilizar a tecnologia de forma a valorizar e aproximar ainda mais o capital humano de uma organização.

Ainda que essa ideia pareça remota em determinados contextos, como de empresas mais conservadoras, por exemplo, é impossível negar que uma mudança de visão já vem acontecendo.

Diferentemente do modelo estabelecido com a Revolução Industrial, estruturado com base em uma cultura organizacional formada por processos, políticas e burocracias, as soluções eram tratadas como um mecanismo padronizado e mecânico. 

O RH também terá que se adaptar à Quarta Revolução Industrial, como tem sido chamado esse movimento global que compreende todas as mudanças econômicas que o mundo vem enfrentando. 

Mas será que sua empresa está preparada? Este texto vai te ajudar a entender. Vamos falar sobre as tendências do RH 4.0 para este ano, para que você possa se preparar para uma década de grandes feitos. Confira!

O que é RH 4.0?


Ao contrário do que aconteceu nas revoluções industriais anteriores, que priorizaram a inserção de ferramentas tecnológicas nos processos produtivos, a
Indústria 4.0 busca conectar ambientes físicos e digitais.

Ou seja, ela considera que para alcançar o máximo de produtividade, é essencial unir a tecnologia com a capacidade humana, as equipes, a estratégia.

É por isso que o RH 4.0 também é considerado um RH estratégico, que não se limita a agir mecanicamente, mas que utiliza seu potencial para fortalecer a cultura interna e engajar seus colaboradores.

As mudanças que surgem nos processos de produção, no comportamento do público e do próprio colaborador estão abrindo espaço para novos modelos de negócio.

Estes modelos são cada vez mais inovadores e apontam para novas tendências em todas as áreas do universo corporativo. 

O setor de RH acaba ganhando uma importância ainda maior nesse cenário, pois é ele que lida diretamente com a nova geração de profissionais que chega ao mercado.

Mais do que entender o perfil desse novo colaborador, é preciso saber identificar suas necessidades e desejos, criando um laço mais estreito na rotina de trabalho.

Por isso, o foco no público interno aumenta, a atenção precisa ser redobrada e as tecnologias entram em cena, auxiliando na otimização de processos mecânicos e permitindo que a equipe de RH direcione seus esforços para atividades mais criativas.

Qual a importância do RH 4.0?


O RH 4.0 é extremamente importante para empresas que pretendem crescer nessa nova década. 

Por ser estratégico, ele atua analisando, monitorando e propondo ações que impulsionam o negócio. Ele provoca uma disrupção com modelos de gestão anteriores e amplia os horizontes de uma empresa. 

Por essa razão, ter um RH 4.0, alinhado com essa nova fase, é mais do que valioso para a competitividade da empresa, pois além de aumentar a produtividade, também retém mais talentos.

Principais tendências de RH 4.0 para 2020


As tendências de RH 4.0 para 2020 são fruto da necessidade de ter uma equipe que volta seus olhares para um
cuidado mais ativo com os colaboradores.

Por mais que a produtividade seja o foco principal das organizações, quando falamos em RH 4.0 pensamos nela como uma consequência positiva, ou seja, é algo benéfico que virá de toda a reestruturação da visão desse departamento.

Como você poderá ver nesta lista de tendências, tudo está diretamente relacionado ao futuro do trabalho e à necessidade de valorizar a construção de experiências mais imersivas e personalizadas.

Transformação digital


A transformação digital certamente é uma das tendências mais fortes para o RH 4.0. 

Esse setor tem um papel importante ao trabalhar em todo o processo de remodelação da cultura organizacional, encarando o desafio de fazer com que as equipes saibam utilizar o potencial tecnológico a favor de suas demandas.

Em outras palavras, a ideia é que o RH ofereça auxílio na adaptação a uma cultura de inovação, que aceita incorpora a tecnologia de forma a fortalecer a comunicação interna, o engajamento e a qualidade de vida no trabalho.

Ferramentas como Big Data, machine learning e Inteligência Artificial já são uma realidade. O desafio é experimentá-las e fazer descobertas de como podem ser úteis para os objetivos específicos de cada negócio.

Da mesma forma, a tecnologia será cada vez mais útil para desburocratizar processos internos do setor, como o cálculo da folha de pagamento, por exemplo.

Decisões orientadas por dados


People Analytics
pode ser um termo ainda estranho, mas se refere a uma “análise de pessoas”. Basicamente esse é um método que buscará oferecer mais clareza a gestores e líderes em momentos de tomada de decisão relativas aos colaboradores.

Como vimos no item anterior, as ferramentas tecnológicas já estão disponíveis e, mais do que otimizar processos, elas são uma preciosa fonte de coleta, agrupamento e análise de dados.

A tendência é que o futuro do trabalho seja baseado em dados. Tudo que acontece dentro de uma empresa deverá ser embasado em informações reais e a tomada de decisão será orientada por elas. Inclusive no RH.

O RH 4.0 fará uso de estatísticas para propor novas abordagens, obter mais retorno sobre seus investimentos e reter mais talentos. Os profissionais devem ter esse tipo de perspectiva daqui para frente.

Investimento em inteligência emocional


As transformações no cenário corporativo trazem a necessidade de uma
conscientização maior sobre os efeitos entre a rotina profissional, qualidade de vida e saúde mental

A importância de se estabelecer um equilíbrio entre os diferentes âmbitos de vida na jornada do colaborador é cada vez mais valorizada, principalmente por conta das mudanças sofridas nos valores que regem as empresas, que se tornam cada vez mais multigeracionais.

O RH 4.0 se preocupa em direcionar seus esforços para ações que fortaleçam a inteligência emocional dos colaboradores que precisam lidar com todas essas incertezas do momento.

Colaborador como protagonista


Como você provavelmente já notou até aqui,
o colaborador é o principal foco do RH 4.0.

Isso significa que todas as suas ações serão voltadas para fortalecer a jornada dos profissionais, seja buscando candidatos com maior fit cultural, desenvolvendo planos de ação para engajamento, oferecendo treinamentos e estimulando o cuidado com a saúde, por exemplo.

Valorização da comunicação


A
comunicação interna é valorizada como uma das formas de atingir dois aspectos importantes dos novos modelos de gestão: o engajamento de colaboradores e a transparência dentro do negócio.

É por isso que as ferramentas de comunicação ganharão cada vez mais espaço dentro da rotina corporativa.

 

Essas foram nossas dicas sobre algumas das principais tendências do RH 4.0 em 2020. Quer saber mais sobre como adaptar seu negócio às transformações atuais? Confira como tornar sua empresa mais digital.

Compartilhe

Deixe seu e-mail e receba antes o nosso conteúdo.